Spleen e charutos

fevereiro 18, 2011

Renegades of Punk na Casa Cultiva

Filed under: Spleen — spleencharutos @ 4:28 pm

Rian Santos
riansantos@jornaldodiase.com.br

Feminista, vegan e punk, sem perder a ternura

Visite o Myspace da banda Renegades of Punk. Você não vai entender uma única palavra pronunciada pela vocalista Daniela. Apesar disso, sob o nervosismo barulhento de uma Tagima classuda, além das pancadas violentas da bateria e de um baixo obstinado, é possível intuir tudo. A música não fala por palavras, mas a energia desse power trio atinge nossos nervos com o ímpeto de uma revolução.

Esta semana, a banda faz as honras da casa, numa noite de muito RRRock na Cultiva (assim, com muitos “r”s mesmo). Além da ROP, Love Toys (PE), Trimorfia e Anéis de Vento prometem fazer barulho até ninguém mais agüentar.

Ano passado, o Jornal do Dia entrevistou Daniela, que relatou com muita clareza e segurança suas impressões a respeito do underground local. Interessante, a pauta que orientou a conversa foi, no entanto, muito limitada. Daniela é uma daquelas criaturas idealistas que, no dia a dia, dão sentido à filosofia do faça você mesmo. Feminista, vegan e punk, sem perder a ternura.

A opinião é compartilhada por muita gente boa. Adolfo Sá, jornalista responsável pela direção do programa Cena do Som (a melhor coisa que aconteceu na televisão local) e pelo blog Viva la Brasa, é um doas admiradores declarados da banda (aparentemente, da vocalista também).

“Comparei Dani a Joan Jett e Chryssie Hinde por ser uma guitarrista punk, porém ela me lembra mesmo duas outras garotas: a inglesa PJ Harvey pela aparente fragilidade contrastando c/ a personalidade forte, os vocais gritados e os riffs poderosos; e a personagem de Uma Thurman em Pulp Fiction, Mia Wallace, pela franja preta à la Louise Brooks”.

Já o parceiro Adelvan Kenobi, apresentador do Programa de Rock, maior autoridade do gênero aqui na terrinha, preferiu resumir as virtudes da banda em poucas palavras. Curto e grosso, como a ROP merece.

“Primeiro, o vocal feminino, o que não deveria, mas ainda é um diferencial no meio “roqueiro”, especialmente o sergipano. Dani não canta, ela grita, põe pra fora seus demônios de uma forma muito visceral, e isso é lindo, pois transmite uma energia e uma verdade muito forte, especialmente nos shows”.

ROP – The Renegades of Punk surgiu no calor tropical do nordeste brasileiro, mais especificamente em Aracaju (Sergipe), no inicio de 2007. A banda conta com ex-integrantes de bandas do cenário punk como Triste Fim de Rosilene e xReverx.

Agora, mais velhos e mais chatos, esses degenerados se dedicam a arte decadente do punk rock. Em seus quatro anos de atividade a banda lançou um ep (2008), um split com os potiguares da Mahatma Gangue (2009), uma versão em vinil 7” do primeiro ep pelo selo alemão Thrashbastard (2010) e um 5 way com bandas do cenário punk rock nacional (Velho, Os Estudantes, Homem-Elefante e Ornitorrincos). A banda já tocou em diversos shows pelo sudeste e nordeste do país.

Atualmente estão preparando o novo albúm para ser lançado em 2011.

Serviço:

Local: Casa Cultiva
Data: 19 de fevereiro (sábado)
Hora: 22 horas

Anúncios

1 Comentário »

  1. Ai, valeu demais. Quase chorei :~

    Comentário por Daniela Rodrigues — fevereiro 18, 2011 @ 5:01 pm


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: