Spleen e charutos

agosto 18, 2010

As ‘Cores de Laranjeiras’ no MUHSE

Filed under: Spleen — spleencharutos @ 8:44 pm

Rian Santos
riansantos@jornaldodiase.com.br

A alegria e a devoção do Encontro Cultural de Laranjeiras

Há quem diga que o Encontro Cultural de Laranjeiras não é mais o mesmo. Na opinião dos ortodoxos, o evento se distanciou de suas raízes, priorizando a festa em detrimento da reflexão. A riqueza do nosso folclore, contudo, insiste em contrariar os críticos mais céticos, oferecendo uma resistência titânica, que se escora no apelo irresistível da beleza para garantir a própria sobrevivência. Como tantos outros, o fotógrafo JR Beira Mar foi seduzido pelas Cores de Laranjeiras. Para nossa sorte, ele resolveu compartilhar o deslumbramento com a gente.

Embora confesse que não possui muita intimidade com qualquer manifestação folclórica, JR Beira Mar se disse conquistado pela euforia que presenciou durante as últimas edições do Encontro.

“Não tenho nenhum envolvimento significativo com esse ou aquele grupo folclórico. Sou um expectador atento e gosto presenciar esses eventos, que acima de tudo são espetáculos de muita plasticidade. Tenho um olhar fotográfico, portanto vejo as coisas a minha volta de uma forma um tanto “tendenciosa”. A alegria, a disposição e devoção das pessoas simples fizeram com que eu enxergasse beleza no Encontro Cultural de Laranjeiras. Eu tentei capturá-la para compartilhar esse sentimento por meio da fotografia”.

Para tanto, o fotógrafo optou pelo uso de filtros digitais e da tela de algodão como suporte de impressão. Segundo ele, a escolha foi orientada pela procura do material mais adequado para ressaltar as texturas e cores das fotografias. A concepção da Mostra é das arquitetas Maíra Campos e Mônia Fonseca, que buscaram nas referências culturais presentes nas imagens a possibilidade de interação do visitante com cenários, cores e movimentos.

Todas as fotos foram impressas respeitando o padrão museológico e um conceito apelidado de fine art. O conceito envolve, além de uma impressora de última geração concebida especialmente para esse mercado, tintas pigmentadas originas e suportes livres de ácido, fabricados com materiais que garantem a longevidade do trabalho.

“Acredito que a fotografia pode te levar a lugares onde você nunca esteve, e desejo profundamente que as minhas fotografias inspirem as pessoas, mesmo aquelas mais acomodadas, a conhecer um pouco mais das nossas festividades, em especial aquelas que possuem um enfoque cultural, como é o caso do Encontro Cultural de Laranjeiras. As imagens que apresento nessa exposição mostram um pouco da alegria, disposição e devoção tão presentes nessas manifestações”.

Com curadoria de Sayonara Viana – para quem a mostra nos oferece a possibilidade de vislumbrar o povo e a cultura do município de ângulos inusitados – a individual Cores de Laranjeiras será inaugurada amanhã, Dia Mundial da Fotografia, a partir das 19 horas, no Museu do Homem Sergipano.

Anúncios

Deixe um comentário »

Nenhum comentário ainda.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: