Spleen e charutos

julho 21, 2010

Wado lança ‘Atlântico Negro’ na Cultiva

Filed under: Spleen — spleencharutos @ 3:18 pm

Rian Santos
riansantos@jrnaldodiase.com.br

Nos becos, nos guetos, vielas, favelas...Queridinho dos alternativos espalhados pelo território nacional, o cantor e compositor Wado nos visita esta semana para realizar o lançamento de “Atlântico Negro” (2009), seu trabalho mais recente. Apesar da empolgação manifestada por músicos de alta linhagem, a exemplo dos amigos Deilson Pessoa e Allen Alencar, eu ainda não havia dispensado a atenção necessária à compreensão do disco. Ainda bem que não sou dono da verdade. De outro modo, permaneceria indiferente às virtudes que justificam o entusiasmo da moçada.

“Atlântico Negro” é herdeiro do patrimônio acumulado durante uma década de experiências bem sucedidas, registradas em cinco discos festejados. Desde o distante 2001, quando o artista alagoano lançou “O manifesto da arte periférica”, Wado chama a atenção da crítica especializada pela coerência de uma proposta estética que procura na distância que o separa das capitais (e não mencionamos aqui a geografia) os fundamentos de sua criação.

Não é de hoje, evidentemente, que os compositores e os burocratas da indústria fonográfica tentam se libertar das amarras da obviedade fuçando os panos de bunda de culturas estranhas ao cotidiano das metrópoles. Espanta, inclusive, que ainda não tenham percebido o quanto isto já soa datado. O caso de Wado, contudo, é distinto, não apenas pela propriedade com que ele utiliza os sotaques do além mar (pelo amor de deus, esqueçam a geografia!), mas também pelo discurso extremamente bem amarrado que costura suas composições.

“Nos becos, nos guetos, vielas, favelas. Nos ombros, nos olhos, no sorriso dela”. Talvez sejam estes os versos que melhor sintetizam o trabalho de Wado. Não procure folclore nesse disco. A batida dos terreiros existe – assim como o samba, o afoxé, o funk e o reggaeton – mas está diluída num amálgama sonoro que encontrou nas premissas da música pop o formato mais adequado para alcançar nossos corações.

Aglutinando uma rapaziada de responsa em torno do projeto, o “Atlântico Negro” de Wado conta com as participações de nomes como Curumin (SP), Rômulo Fróes (SP) e o guitarrista, cantor e principal compositor do grupo Mopho, João Paulo (AL).

Com produção assinada por Pedro Ivo Euzébio, a realização do disco foi também uma oportunidade de reunir profissionais do eixo Rio – São Paulo e Alagoas. Beto Machado, que já trabalhou com grandes nomes da música brasileira, como Jorge Ben, Ultramen e Los Hermanos, mixou cinco músicas do disco. A outra metade ficou a cargo de Kassin – músico e produtor, do trio Kassin+Moreno+Domenico e de muitas viagens mais – e Daniel Carvalho, um dos grandes engenheiros de som da atual cena carioca.

Ao fim de tantas digressões, o leitor certamente ficará com a impressão de que o autor destes garranchos morre de amores por Wado. A impressão não seria correta, mas ainda bem que eu não sou o dono da verdade.

Serviço:

Local: Cultiva (Rodovia José Sarney, em frente ao Oca Bar)
Data: 23 de julho
Hora: 22 horas

Anúncios

4 Comentários »

  1. A música do Wado é suave, densa, de tamanha simplicidade.. sem firulas! Ele, também feto, carrega sonhos, vida e musicalidade dentro da barriga-mochila. Um pedaço dele, seu, do outro, que se difundem e faz o nosso ‘carnaval’, mesmo que seja dos espíritos. Pra mim, Wado é água do mar que enche os olhos e dilata os ouvidos. Tem alma!

    Comentário por Juliana Sobral — julho 21, 2010 @ 10:41 pm

  2. Esse pessoal do blog fica cada vez mais poético. Culpa sua, Rian?!

    Comentário por Allen — julho 22, 2010 @ 2:07 am

  3. Você viu? Juliana só chega chegando! rsrs

    Comentário por spleencharutos — julho 22, 2010 @ 1:11 pm

  4. “De com força, na caixa dos peito”.

    Comentário por Rafael Jr. — julho 26, 2010 @ 9:47 pm


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: