Spleen e charutos

fevereiro 8, 2010

Cabedal: a grande surpresa do Projeto Verão 2010

Filed under: Spleen — spleencharutos @ 6:43 pm

Rian Santos
riansantos@jornaldodiase.com.br

Com alegria e muito sacolejo, os caras chegam longe, podem apostar

Meia dúzia de gatos pingados, quinhentas pessoas e não mais do que isso, acompanharam aquela que talvez tenha sido a melhor apresentação do Projeto Verão 2010. Apoiada em um juízo de valor, a eleição pode ser, naturalmente, contestada por terceiros, ansiosos para transformar a tietagem mais rasteira num parâmetro aceitável de avaliação. Importa, no entanto, discriminar as razões que fizeram da aparição da banda Cabedal na praia de Atalaia um acontecimento especial.

Preterida pelo edital lançado pela Secretaria de Estado da Cultura, que pretendia incentivar o amadurecimento da cena local por meio de apresentações na última edição do Verão Sergipe, a Cabedal talvez tenha sida a ausência mais lamentada naquele palco. Embora os critérios de avaliação elencados pela Secult ainda hoje sejam questionados no âmbito do Fórum de Música de Sergipe (para citar uma instância acima de qualquer suspeita), foi o lamentável equívoco dos curadores, que ignoraram o trabalho de bandas como a Plástico Lunar e da própria Cabedal, que alimentou o coro dos descontentes e provocou o escândalo.

Em pouco mais de uma hora, os caras provaram o que qualquer conhecedor da cena está cansado de saber. A Cabedal é a maior promessa da música sergipana em nossos dias. Com um empurrãozinho, aquela ajuda que não custa nada a ninguém, responsabilidade das esferas da administração pública criadas com o intuito de desenvolver o potencial cultural do lugar, os meninos chegam longe, podem apostar.

De acordo com os organizadores do Festival Grito, realizado no último fim de semana, em Recife, capital cultural do Nordeste, “não foi fácil lapidar as mais de 200 inscrições que recebemos até conseguirmos definir 22 bandas que vão preencher os 4 dias” do evento. As sergipanas Cabedal e Rótulo (ambas ignoradas em sua própria terra), no entanto, foram selecionadas.

No show do sábado, as composições calcadas no que existe de melhor na tradição musical brasileira – dos tropicalistas a Chico Buarque, de Mutantes a Luiz Gonzaga – colocaram um sorriso sincero na seleta platéia, que acompanhou cada acorde com uma alegria espontânea e um sacolejo no corpo comoventes.

Durante a apresentação, o vocalista Saulo Sandes prometeu que a Cabedal lançará um disco nos próximos meses. Eu, que não sou besta nem nada – e não canso do pronome pessoal que incomoda a tantos – prometo uma entrevista com os cabras nos próximos dias.

Anúncios

2 Comentários »

  1. Os caras vêm como um torpedo! Rian é atento, ainda bem!

    Comentário por Allen — fevereiro 9, 2010 @ 12:18 am

  2. Fui uma das 500 pessoas que estavam presentes ao Show maravilhoso dessa banda fantastica, que faz renascer o gosto pela música brasileira,(no momento bastante empobrecida).Foi muito bom,contagiante,e,impossível ficar sem acompanhar o ritmo vibrante do grupo.Infelismente Sergipe ainda não aprendeu a dar valor a prata da casa,mas ainda é tempo de acordarem,antes que as garagens dos “Fautões” da vida se encarreguem da descoberta.Cabedal tem conteúdo para ser conhecida nacionalmente e agradar aos ouvidos de quem verdadeiramente gosta de música de qualidade.Vamos esperar.

    Comentário por Joana Heloisa — fevereiro 9, 2010 @ 1:08 am


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: