Spleen e charutos

outubro 11, 2007

Se eu te chamo pra dançar

Filed under: Spleen — spleencharutos @ 1:11 pm

Rian Santos

… E vem você me falar da chuva, como se eu não a sentisse já grudada em meu corpo, passeando pela treze deserta ao lado do seu. Caminham os corpos quase colados, quase, mas caminho sozinho, solitário como fiel que procura Deus na igreja. E os seus passos, que não são passos de dança, parecem de atleta obstinado. Rápidos, poc, poc, muito rápidos. Afastam depressa seu corpo inocente (que culpa tem seu corpo carregado à força por você?) de minha, agora, desesperada carne.

Matéria animada pela paixão, subjugada pelo sensato, sua silhueta desaparece, levada pelos “poc, poc” cada vez mais baixos, em meio ao dilúvio.

Você vai embora e eu te sigo, mas meu corpo quer dançar. Apaixonado por uma música que só ele escuta (eu escuto apenas seus “poc, poc”, que não ecoam por aqui), improvisa um solo, e me reclama a presença, insistente.

A chuva me lambendo todo. Um, dois, pra cá. Um, dois, pra lá.

Anúncios

1 Comentário »

  1. “Danço eu, dança você.. a dança da solidão”.

    (E agora chegou minha vez de dizer: nem adianta falar que o texto é inédito, porque desse eu lembro muito bem).

    Comentário por outra carol — outubro 11, 2007 @ 10:08 pm


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: